como valor do dólar afeta imóvel
NA DÚVIDA, PERGUNTE,  TODOS

Como o aumento do dólar afeta o valor do meu imóvel?

A manchete é – o dólar subiu. E agora, como isto pode afetar o valor de venda do meu imóvel? Para responder melhor essa resposta é necessário entender como o mercado vê o valor do seu imóvel e assim tomar a melhor decisão.

No passado muitas pessoas indexavam o valor do imóvel ao dólar.

Acreditava-se que com o aumento do dólar, automaticamente o valor do imóvel também subia. No entanto, essa relação não se sustenta e a realidade é o oposto. Com o aumento do dólar o valor do imóvel tende a se desvalorizar.

cifrão dólar

Separamos dois motivos para exemplificar o porquê da desvalorização do imóvel quando o dólar aumenta.

1. O  poder de compra do cidadão diminui.

Com o aumento da moeda estrangeira, o dia-a-dia no Brasil fica mais caro. Coisas básicas como como gasolina, pão, transporte público e até mesmo energia ficam com um valor elevado. Com este aumento de gastos, as pessoas acabam tendo menos dinheiro e uma poupança menor para comprar um imóvel.

2. A demanda pelo investimento imobiliário diminui. 

Isso acontece devido ao custo de oportunidade de outros investimentos considerados mais seguros, como por exemplo, a renda fixa. Comprar um imóvel acaba sendo mais arriscado. Logo, com menos pessoas comprando imóveis, os preços despencam.

Pois é…um balde de água fria para quem quer vender o imóvel, né?

Ah! Mas e os gringos, para eles não é mais barato comprar um imóvel aqui do que no seu país natal? Não seriam eles clientes em potencial? A resposta infelizmente é não. O aumento do dólar, principalmente nesta disparada significa que investir nos exterior está mais atraente do que investir no Brasil.

Quando um estrangeiro olha para aquisição de um imóvel no Brasil vê como uma escolha de alto risco. A realidade é que com a instabilidade política atual a tendência seja que o estrangeiro desista deste investimento.

Mas e agora – quais são as melhores alternativas para eu vender meu imóvel?

A melhor opção é focar no mercado interno.

A primeira dica para quem realmente quer vender o imóvel é precificar o imóvel de acordo com o mercado atual. Ter o preço certo e justo é importante. Com a internet a precificação do imóvel está cada vez mais precisa e tabelada. Isso limita a venda de imóveis com valores acima da média.

Limitar o número de anunciantes também é importante. Anunciar com diversas imobiliárias é um erro comum – quando você tem múltiplas pessoas anunciado seu imóvel ele vira um leilão. O comprador vai conversar com várias imobiliárias e elas vão competir entre si para quem consegue o menor valor pelo seu imóvel.

Uma nova opção no mercado é tentar vender seu imóvel por conta própria, fugindo das imobiliárias e corretores.

A LIVIMA, uma empresa de marketing digital especializada no mercado imobiliário, oferece a opção para o proprietário vender seu imóvel sem pagar comissão com apoio na hora da precificação, negociação e documentos. Esta nova maneira de vender faz com que o proprietário economize 5 ou 6% do valor total do imóvel e ainda atrai muitos clientes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *